Você gosta de blogs, redes sociais e conversas divertidas com os amigos? Então, não deixe de ler o Manual do Adolescente Popular

Se você gosta de blogs, redes sociais e conversas divertidas com os amigos… Então, não deixe de ler o “Manual do Adolescente Popular“, de Romaly de Carvalho.

Neste ebook, conversamos com você de uma maneira muito simples, justamente sobre a maioria das coisas que você precisa saber para ser popular em todo o lugar, com qualquer pessoa. Mas não só disto! O livro também fala sobre alguns sentimentos de angústia e de medo que você pode ter e sobre perigos que se corre nesta transição para a vida adulta.

Confira a entrevista com a autora:

Quem tem um adolescente em casa, sabe como é difícil uma comunicação efetiva. Para tentar diminuir o caminho até eles, Romaly Rodrigues de Carvalho escreveu o E-book “Manual do Adolescente Popular”, publicado pela Editora Ponto Vital. Com uma linguagem despojada e bem antenada com a juventude, a escritora dá dicas preciosas sobre etiqueta e comportamento social e muitos outros assuntos. Acompanhe nosso bate-papo.

Romaly, o porquê desse manual? Como surgiu a ideia de escrevê-lo?

Por ser especialista em Etiqueta Profissional e comportamento, consultora de imagem e carreira percebi ao longo da minha vida acadêmica que os jovens que entram no mercado de trabalho são desinformados quanto às posturas básicas de formalidade e de educação, o que acarreta em prejuízo na hora de serem selecionados na entrevista de emprego e na carreira propriamente dita. Além disso, as dicas ajudam na compreensão das alterações próprias do período: físicas, mentais e sociais. Nem sempre o adolescente está preparado para a mudança.

Os pais hoje, de maneira geral, estão mais ocupados em ganhar o pão de cada dia e não repassam certas regras de comportamento necessárias para a sobrevivência tanto social como profissional.  Observo que muitos deles desconhecem os protocolos, portanto, não têm conteúdo para ensinar, obviamente.  Então, esse contexto me motivou a escrever aquilo que julgo fundamental para que o adolescente seja uma pessoa e um profissional interessante, com valor agregado para o mercado e alcance sucesso e felicidade na profissão e na vida social. O Brasil precisa qualificar melhor seus cidadãos também. A escola não dá conta sozinha dessa tarefa.

As informações também visam a melhorar a convivência das famílias. Quando entendemos a demanda dos adolescentes tendemos a ter mais paciência com eles.

A linguagem é bem informal. Isso ajuda na hora de se comunicar com os jovens?

Com certeza.  Apesar da dificuldade, afinal sou adulta, mantive meu ouvido sintonizado em conversas adolescentes. Busquei fazer o texto com expressões adequadas para a idade deles, para criar empatia e a comunicação acontecer.

Você acredita que os jovens vão se interessar pelo conteúdo já que é bem atual e faz  parte do dia a dia deles?

Eu espero. Se eu tivesse na minha adolescência sido instruída sobre o conteúdo deste livro, não era gente. Ou seja, teria galgado muitas posições bem cedo na minha vida profissional e também teria me dado melhor no colégio – teria sido mais popular na turma, menos tímida, coisa que todo garoto(a) almeja; teria compreendido melhor minhas transformações e a relação  com a minha família tomaria outro rumo. A vida teria sido muito mais fácil.

Por que a opção pelo ebook? É uma ferramenta mais fácil para o jovem do que um impresso?

Vamos ser realistas, o jovem hoje lê menos e adora conteúdo digital. Eles idolatram tablet, smartphones, e-Reader. As pesquisas apontam que lares em que se lê muito também são lares com bastante tecnologia. Os pais preferem o livro impresso, mas neste momento não são o meu cliente. Além do que o e-book oferece praticidade, acesso a informação, qualidade de imagem e recursos de interação possibilitando links com outros assuntos.

O que você pretende com o manual? Qual a mensagem que quer passar?

Espero que o Manual do Adolescente Popular seja um livro transformador. Ser popular em qualquer idade é muito bom! É uma conquista que obtemos quando temos o comportamento adequado. Como consequência ganhamos a felicidade, a satisfação, a inclusão no grupo, o reconhecimento da galera, a sensação de sucesso pessoal e profissional – quando a pessoazinha estiver no mercado competindo com milhares de outras pessoas.  É muito mais fácil a vida assim com conhecimento de qualidade. Então, mesmo com os dissabores que virão, a gente consegue transitar melhor e resolver os problemas, porque nos sentimos seguros e preparados. É o que o livro propõe.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

central de atendimento

contato@editorapontovital.com.br
Rua Comendador Araújo, 510, Edifício Adam Smith, Centro
Cep: 80420-000 Curitiba/ PR

DEIXE SEU
LEGADO

Publique seu livro

Materialize e se realize
Saiba mais